International Office dá dicas para quem quer estudar fora do país

Se alcançar o ensino superior já é um sonho realizado, o que dizer de estudar no exterior? Muitos estudantes têm em mente o local perfeito para adquirir mais conhecimento, aperfeiçoar um novo idioma e somar experiências para o currículo e para a vida. Se os objetivos estão claros, como o local a ser visitado e a instituição desejada, o próximo passo é partir para o planejamento, contando com auxílio da instituição e dos professores. É o que indica Marc Deitos, diretor de Inovação da UniRitter:

“Antes do embarque sempre realizamos uma reunião com nossos alunos para que eles tomem conhecimento de medidas de segurança básicas, cuidados com documentos e peculiaridades dos destinos escolhidos por eles”, destaca.

Se antes da viagem a palavra-chave de um intercâmbio é planejamento, após a chegada em terras estrangeiras os estudantes devem ter em mente outro termo: flexibilidade. Quem explica a situação, junto com dicas para o período anterior e durante a viagem, é o coordenador do International Office da UniRitter, Rodrigo Rodembusch.

Os benefícios da experiência são claros: qualificação do currículo, ganho de maturidade e expansão da rede de contatos profissionais, o chamado networking. Porém, aspectos essenciais ao currículo acadêmico também devem ser destacados. A vivência durante o período da viagem e frente a situações inusitadas propõe aos universitários novas maneiras de interagir com pessoas e lidar com adversidades.

“Creio que este seja um dos benefícios mais importantes, ao lado da experiência com novas culturas, costumes e rotinas”, comenta o professor Marc Deitos.

Ex-aluna de Relações Internacionais da UniRitter, Bruna Do Erre estudou em Chicago, na Kendall College. Após seis meses no exterior, a melhora no idioma e o contato com empresas e negociações internacionais foram alguns dos principais aprendizados para Bruna, que conheceu no intercâmbio a sua primeira experiência em outro país.

 

Um comentário sobre “International Office dá dicas para quem quer estudar fora do país

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *