Uma semana para refletir sobre o cenário político e midiático brasileiro

Entre os dias 18 e 22 de agosto, a UniRitter recebe convidados para debater sobre política no Painel de Jornalismo Avançado: Eleições 2014.

O dia que abriu a semana de palestras contou com o jornalista Wilson Rosa, além da coordenadora dos cursos de Jornalismo e Relações Públicas, Laura Glüer e dos professores Leandro Olegário, César Steffen e Denise De Rocchi.

A coordenadora Laura Glüer mediou o encontro e frisou o quão importante é uma semana de debates e reflexões acerca do jornalismo político e da cobertura eleitoral.

“Os alunos terão aqui grandes nomes de profissionais que trabalham com jornalismo político, seja ele em veículo ou assessoria, e acho que eles conseguirão ter uma visão panorâmica dos bastidores dessa que é uma área tão excitante do jornalismo”, exalta a coordenadora dos cursos de Jornalismo e Relações Públicas, Laura Glüer.

  Painel_Eleicoes_3

Wilson Rosa é jornalista formado há 18 anos e trabalhou em diferentes veículos, como o Grupo Bandeirantes e o Jornal do Comércio, nos quais apresentava programas e realizava reportagens, principalmente, sobre economia e política. Atualmente no SBT, Wilson deu detalhes da cobertura jornalística em período eleitoral.  “O profissional tem de estar bem informado e tem de acompanhar debates e noticiários políticos para não haver furos. O jornalista tem de ser imparcial”, destaca. A imparcialidade não é o único quesito importante que o profissional deve levar em consideração. Para Wilson, a ética deve estar sempre presente da vida do jornalista, mesmo quando a empresa para qual trabalha possui um posicionamento político. Se os interesses do veículo extrapolam a fidelidade da informação, o profissional tem de escolher conforme a sua consciência. “A partir do momento em que o fato e a verdade forem maiores, o jornalista vai ter de arriscar o emprego. É a questão da ética, um dilema para o jornalista”, declara.

 Painel_Eleicoes_4

O dia que durou 21 anos

Com a exibição de um trecho do documentário de Camilo Tavares, “o dia que durou 21 anos” abriu a discussão sobre o Golpe de Estado no Brasil em 1964. A jornalista Denise De Rocchi, mestra em Relações Internacionais pela UFRGS e professora da UniRitter salienta a relevância de debater sobre a Ditadura no Brasil, 50 anos após o ocorrido. “Esse momento agora é muito importante para ter essa recuperação histórica deste período e termos essa discussão: afinal, o que aconteceu com o Rubens Paiva? Como é que alguém entra para dar esclarecimentos em uma delegacia e nunca mais volta pra casa?”. A professora comenta sobre o caso do engenheiro civil e político Rubens Paiva, que foi cassado e morto no início do período ditatorial. César Steffen, Doutor em Comunicação Social e professor do Mestrado em Design e da graduação nos cursos de Comunicação da UniRitter, fez uma comparação entre aquela política exercida na Ditadura Militar com a de agora.  “A polarização dos partidos que a gente vê hoje no Estado e que a gente observa em pesquisas ainda reflete um pouco daquele clima”, aponta o professor.

Painel_Eleicoes_2

A palestra ainda contou com a projeção de imagens do fotógrafo da Zero Hora Ricardo Chaves, o Kadão. Haverá uma exibição completa das fotografias ocorrerá na quinta-feira, dia 21, no Auditório D, com a presença do profissional a partir das oito horas da manhã.

Painel_Eleicoes_1

Produção: Vanessa Magnani, aluna de Jornalismo da UniRitter.
Fotos: Leonardo Mayer, aluno de Jornalismo da UniRitter.

BarkBuddy, o Tinder feito para aproximar cães e seus futuros donos.

O Tinder é um aplicativo de relacionamento bem conhecido por aqueles que estão em busca do amor. Utilizando esta mesma lógica, surgiu BarkBuddy, um aplicativo usado para adoção de cães, ou seja, o app funciona como o Tinder (coração e “xis”, com fotos e perfil), porém, ele busca donos interessados em adotar um cãozinho. Além disso, ele traz em seu banco de dados cerca de 300 mil cães que estão para adoção. E por que este app é ainda melhor que a versão humana? Bem, cãezinhos são puro amor por natureza e ainda por cima, não exigem bons restaurantes, não pedem para discutir a relação e o máximo que vão aprontar é xixi no tapete. Você só precisa conseguir um match com o seu novo cão e sair por aí comemorando. Quer mais amor que isso?

bark-buddy

Por enquanto, o BarkBuddy, disponível para iOS, funciona apenas nos Estados Unidos e no Canadá. Vamos torcer para que ele chegue aqui o mais breve possível!

O esmalte de Louboutin

Na moda, assim como em diversos outros segmentos, há algumas “assinaturas” que são tão icônicas que somos capazes de reconhecer quase que instantaneamente. É o caso, por exemplo, da icônica sola vermelha dos sapatos Christian Louboutin – que ganharam essa cor quando o estilista resolveu usar um esmalte vermelho para pintar o solado de seus calçados ao achar que estava faltando algo naquela coleção.

louboutindois

O francês, criador dos sapatos de solado vermelho, lançou sua primeira coleção de esmaltes, fazendo desta forma um caminho inverso, da sola para as unhas mais fashionistas. O Rouge Louboutin ganhou um vídeo de lançamento assinado por ninguém menos que David Lynch.

Um dos grandes diferenciais do produto fica por conta do design da embalagem, além é claro do preço, já que o esmalte não sairá por menos de U$50,00.

louboutin

Confira o vídeo abaixo e nos diga se você pagaria isso tudo por um esmalte.

Fonte: B9

Animação reúne os 24 elementos do design

Matt Greenwood, diretor de arte e motion designer em Toronto, assinou uma animação para mostrar os 24 principais elementos do design gráfico. O excelente projeto pessoal foi feito, segundo disse o artista ao Stash, “porque mesmo depois de anos trabalhando como designer, ele ainda ama o processo”.

24-Elementos-do-Design

A princípio pode parecer mais um daqueles vídeos que adoram cagar regras, mas Greenwood diz que é exatamente o contrário. Segundo ele, a ideia é mostrar que há muitos elementos que fazer parte de um design, e que conhecê-los é sim, importante. Mas usar a intuição é essencial.

 

Fonte: B9

Cachorros ajudam na saúde de seus donos

Blog

Você sabia que ter um cachorro faz bem para a saúde? Uma pesquisa científica revela que o cão ajuda o seu dono a ter mais disposição, equivalente ao de uma pessoa 10 anos mais jovem.

A pesquisa foi realizada por uma equipe da Universidade St Andrews. Os pesquisadores colocaram um dispositivo eletrônico em 547 idosos, com idade média de 79 anos, com o objetivo de medir o nível de atividade física praticada.

A investigação mostrou que cerca de 9% dos participantes tinham um cão em casa e eles eram 12% mais ativos que os outros participantes que não tinham.

A pesquisa apontou também que essas pessoas aguentam praticar a mesma atividade física que alguém 10 anos mais jovem, em média. O motivo parece simples, mas os benefícios são duplos: eles precisam brincar e sair para passear com os cães.

Na oportunidade, os voluntários também responderam a um questionário e os idosos que possuíam cachorros apresentaram menos sintomas de depressão.

Você gosta de animais? Então o seu lugar é na UniRitter, clique aqui e conheça o curso de Medicina Veterinária ​

Soofa: banco público permite carregar a bateria de gadgets pela luz solar

soofa_interna1

Invenções que visem a reintegração do convívio social e atividades ao ar livre estão revolucionando o cenário tecnológico, entre os destaques está o soofa.

A invenção, instalada na cidade Boston (EUA), é um banco de energia solar que fornece carregamento gratuito para gadget ao ar livre e informações baseadas em localização, como a qualidade do ar e os níveis de ruído, carregando os dados do sensor ambiental para soofa.co.

3032628-slide-bench

O mobiliário urbano inteligente foi desenvolvido por uma engenheira, uma designer e uma profissional de marketing, que compõem o movimento Changing Environments do MIT Media Lab. De acordo com informações do site Soofa, as criadoras compartilham a seguinte visão: você ficar fora das casas e em uma cidade nova, mais inteligente e mais sustentável.

Vários soofas estão espalhados em pontos específicos de Boston, como parques, campis, etc, mas a ideia é que o projeto seja aderido por todos os EUA.

Clique aqui para saber mais sobre o soofa

E você gosta de criar objetos sustentáveis? Então seu lugar é na UniRitter. As inscrições para o vestibular de inverno 2014 vão até sexta, dia 25. A prova será neste domingo, 27 de Julho, às 10h. Para se inscrever basta acessar o site www.uniritter.edu.br/inquietos ou ligar 0800-642-4000.

Dubai terá 1ª cidade com temperatura controlada do mundo

Já é consenso de todos que Dubai é a terra da construção civil, um oásis para engenheiros e arquitetos, onde tudo o que se é planejado realmente vira realidade. Na cidade onde temos o prédio mais alto do mundo (Burj Khalifa), com mais de 800 metros de altura, a maior estação de esqui indoor do Oriente Médio (Ski Dubai) e dois conjuntos de ilhas artificiais imensos e em construção (Palm Islands), o maior shopping do mundo só poderia vir de lá.
Dubai-3
Então apresentamos o Mall of the World (“O Shopping do Mundo”, em tradução livre) a minimetrópolis com quase 1,5 milhões de metros quadrados seria a primeira construção do tamanho de uma cidade totalmente cercada a fim de fazer com que os moradores evitem as condições externas por períodos estendidos.

Dubai-2
Usando mais de 7 km de calçadas cobertas, a visão da Dubai Holding, a desenvolvedora do projeto, é dar aos visitantes a experiência de uma vida normal na cidade, dentro de um ambiente controlado.

Dubai-1
Espera-se que o Mall of the world receba um público em torno de 180 milhões de pessoas por ano e que o estacionamento tenha nada mais, nada menos do que 50 mil vagas para veículos.
Infelizmente não foram divulgadas as datas de início das obras, nem da inauguração do Mall of the world.

Quer saber mais? Acesse este link

E você, gosta de Engenharia Civil ou Arquitetura e Urbanismo? Então seu lugar é na UniRitter. Se liga, as inscrições para o vestibular de inverno 2014 vão até sexta, dia 25. E a prova já é neste domingo, 27 de Julho, às 10h. Para se inscrever basta acessar o site www.uniritter.edu.br/inquietos ou ligar 0800-642-4000.

Desafio no curso de Jornalismo gera vídeos de campanhas sociais

Redes sociais, desafio e responsabilidade social. Os alunos da matéria de Assessoria de Comunicação II, do Curso de Jornalismo, receberam o seguinte desafio: pensar em uma ideia que se desdobrasse em uma campanha ou manifesto, utilizando as redes sociais para disseminar o projeto e engajar as pessoas com a causa.

O resultado? Além de exercitar a criatividade, foram produzidos 26 projetos em três turmas. Nem todos possuem vídeos, mas muitos desenrolaram de outras maneiras, com a disseminação nas redes sociais.

Para o professor da disciplina, Gabriel Rymsza, foi uma experiência fantástica, onde os alunos entraram em questões como a cultura participativa e mobilização social, a partir da web.

“Trabalhamos bastante sobre a importância das redes sociais em criar e manter a imagem e reputação de marcas e organizações. Percebi a excitação e o engajamento dos grupos em pensar em iniciativas novas e diferentes, às quais eles realmente acreditam”, destaca.

“Depois de pensarmos em várias opções decidimos fazer a do Pegue o Seu Bom Dia, por se tratar de uma ação que poderia ser desenvolvida dentro do campus e que beneficiasse os próprios alunos e funcionários da UniRitter. Acertamos. Foi uma iniciativa que deu certo e que até hoje as pessoas curtem a nossa página e elogiam a ação”, revela a aluna Jéssica Maldonado.

Jéssica e a colega Carol, em um sábado de manhã chuvoso entregaram balões com mensagens, onde a pessoa era convidada a estourar e ler o pequeno texto.

Conheça os cinco projetos mais criativos e bem executados indicados pelo professor

# Pegue o Seu bom dia

# Cartas para o mundo

# Histórias e cupcakes

# Adote um mendigo

# Amigos de Sangue

Clique aqui e conheça o curso de Jornalismo da UniRitter.

Do atelier da faculdade para as passarelas do mundo

Desfilar com as suas criações nas passarelas do mundo. Com certeza, esse é o principal sonho de qualquer estudante de moda. Num curto espaço de tempo, essa realidade foi conquistada por dois alunos do curso de Design de Moda da UniRitter. Dentro do próprio atelier da faculdade, aonde tiveram seus primeiros ensinamentos, Deisi Witz e Igor Bastos criaram a Också. Para a professora dos estilistas aspirantes, Lívia Menezes, o curso da UniRitter tem uma metodologia inovadora que incentiva o empreendedorismo e o foco no mercado, o que ajuda o profissional a se desenvolver. “Com talento e muita dedicação, Deisi e Igor conseguiram se destacar com coleções originais e que ganharam reconhecimento nacional e internacional”, diz.

Com pouco mais de seis meses de existência, a marca vem despontando no cenário da moda. A Också é a única selecionada no Brasil a participar na FIER Vitrine – espaço para novos talentos no Berlin Fashion Week. Também está representando o país no concurso MUUSE x Vogue Talents Young Vision Award 2014. No Brasil, a marca participou de desfiles no Fashion Rio e no Dragão Fashion Brasil, este último abrindo o evento.

01255_MG_9278

Igor Bastos Crivellaro e Deisi Witz.

Desde a criação da Också, a dupla sempre buscou reconhecimento, mas, não imaginava que viria de forma rápida. “Quando o fundador da FIER Management (mesmo criador do Berlin Fashion Film Festival) nos convidou a estar neste evento na Alemanha, ficamos surpresos com o tamanho do nosso prestígio. As nossas criações foram muito elogiadas”, destaca Bastos.

As participações nestes eventos de grande porte renderam à marca uma procura mais acentuada por suas peças e, por consequência, novos convites para desfiles, como o do Vancouver Fashion Week. Os cardigans, vestidos e macacões de malharia retilínea, jaqueta de neoprene, da coleção Parachute, e os sapatos e mochilas são as mais procuradas.

Para atender comercialmente parte dessa demanda, no segundo semestre deste ano, a Också poderá atender sob encomenda. Já no início de 2015, a dupla projeta iniciar uma linha de produção para ampliar as vendas. “Vamos fazer uma adaptação do que mostramos em nossos desfiles. Ainda estamos detectando o que agrada o nosso público e isso nos dará um real panorama do que produziremos”, comenta o jovem estilista.

Costurando o sucesso em sala de aula

Além do conteúdo técnico, a faculdade de Design de Moda da UniRitter procura trazer aos estudantes a realidade de mercado a partir de uma experiência real do dia a dia da profissão. Uma das atividades para que os alunos se habituem ao clima de pressão e prazos apertados de entrega das criações é o projeto DNA Sul, um desfile de moda anual promovido pela faculdade. No Campus de Porto Alegre uma passarela é montada para que os alunos mostrem seus looks. Na edição de 2014, as coleções tinham como tema a inspiração nas cores, formas e texturas das obras de artistas gaúchos. “Participamos desse evento, o qual foi muito gratificante, o convite nos deixou contente, pois reflete o reconhecimento da instituição sobre nossas criações”, frisa Deisi.

603990_219205638249595_1771009896_n

Durante o curso, também são ofertados aos alunos participações em desfiles de ponta no Rio Grande do Sul. “Estimulamos também o empreendedorismo. A Deisi e o Igor tiveram a iniciativa de participar do Prêmio Rio Moda Hype, desfilando suas criações no Fashion Rio. Foi um grande desafio, pois tiveram que criar 10 looks em pouco menos de 30 dias. Logo, precisavam de uma equipe e a faculdade disponibilizou costureiras. Essa ação abriu portas para eles, como também para outros alunos, que estão seguindo o mesmo caminho. Oportunidades existem, basta encontrá-las”, recomenda a professora.

Para Lívia, uma das qualidades demonstradas pelos estilistas da Också em sala de aula foi saber trabalhar em equipe. “A troca de ideias é positiva para o processo criativo, principalmente na moda. Desta forma, eles conseguiram planejar melhor suas coleções e aperfeiçoar o resultado final”, lembra.

A dupla da Också contou com o auxílio de outros alunos. Ao todo, foram cerca de 50 estudantes inscritos para ajudá-los no desenvolvimento da coleção Spectrum, que estará na FIER Vitrine. “Já na faculdade trabalhávamos longas horas, nada se consegue de forma fácil. Alguns colegas disponibilizaram seu tempo para nos ajudar”, destaca Bastos.

Super Mario Bros: aprenda um novo truque e descubra um novo recorde

E na semana passada o mundo dos games foi abalado (tá, nem tão abalado assim) por duas notícias sobre o ultra, mega, power, master, blaster Super Mario Bros.

Ok, nos empolgamos um pouco na descrição desse incrível jogo, mas quem aí não ficou horas e horas a finco tentando salvar a Princesa Peach?

Bom, vamos ao que interessa e vamos por partes, como diria Jack:

Um jogador conseguiu zerar Super Mario Bros. em menos de 5 minutos: 4m57s. Este foi o tempo necessário para o speedruner Blubber zerar o game Super Mario Bros. e estabelecer novo recorde mundial. A marca fica menos de um segundo à frente da anterior, mas é suficiente para garantir o título.

O curto tempo para zerar o game é resultado da combinação de grande habilidade nos controles e de um truque especial: na fase 8-2, ao utilizar uma bala de canhão, Blubber evita que Mario tenha que caminhar rumo ao castelo. Isso economiza tempo e acumula pontuação.

Confira abaixo o vídeo que mostra o recorde:

E a outra grande revelação que nos surpreendeu, foi a descoberta de um truque do Super Mario Bros. para ganhar vidas infinitas. O macete inédito foi revelado por um japonês e compartilhado pelo site RetroCollector.

Veja o passo a passo:

Para executá-lo, é preciso ter terminado o jogo e recomeçá-lo uma vez. Depois, ao chegar na fase 1-2, morrer com Mario, avançar até a 5-2 com Luigi e morrer enquanto ele está escalando o pé de feijão. É aí que a magia acontece.

Algo no código do jogo fica bagunçado e, ao voltar à fase 1-2 com Mario, a planta continua crescendo do chão e possibilita o truque das vidas infinitas.

Confira a demonstração no vídeo abaixo:

E você, curte games? Então seu lugar é na UniRitter. Se liga, as inscrições para o curso de Design de Games no vestibular de inverno 2014 vão até sexta, dia 04. E a prova já é neste domingo, 06 de Julho, às 10h, no campus Porto Alegre. Para se inscrever basta acessar o site www.uniritter.edu.br/inquietos ou ligar 0800-642-4000.