Professores da Faculdade de Comunicação ~na pele~ de estudantes

PROFESSORES_COMUNICACAO_1

Quem chegava e observava a sala lotada procurava arranjar lugar – nem que fosse no chão. Cadeiras e mais cadeiras eram trazidas de outras salas para que o maior número de alunos possível coubesse na sala 302 do prédio D. Foi com grande público que oito professores da Faculdade de Comunicação Social da UniRitter (FACS) apresentaram projetos de pesquisa na manhã de  quarta-feira (21).

Para a coordenadora do curso de Jornalismo da FACS, Laura Glüer, a atividade – que fez parte da XI SEPesq – Semana de Extensão, Pesquisa e Pós-graduação da UniRitter, – é importante para os cursos de Jornalismo, Publicidade e Propaganda e Relações Públicas. “Muitos projetos estão sendo apresentados neste ano, o que mostra a consolidação da pesquisa na área da comunicação da UniRitter”, afirmou.

PROFESSORES_COMUNICACAO_3

A apresentação das pesquisas dos professores foi bem recebida pelos alunos. Para o estudante do 6º semestre de Jornalismo, Paulo Mendes, seria ótimo se houvessem mais oportunidades como essa. “Ver os professores enfrentando aquilo que viveremos no Trabalho de Conclusão de Curso é inspirador”, afirmou Paulo, que, inspirado pelas apresentações, contatou seu futuro orientador para iniciar sua jornada de teorias e análises.
Mercado audiovisual

A primeira pesquisa foi apresentada pela professora dos cursos de Publicidade e Propaganda e Jornalismo Daniela Israel: “Uma câmera na mão de quem? – Uma breve reflexão sobre o mercado audiovisual, o profissional e a formação universitária”.

Daniela falou do momento diferente que a produção audiovisual está enfrentando. “A tecnologia mudou a forma de produzir”, destacou. O questionamento promovido é baseado na incógnita do papel da faculdade para dar conta dessa demanda de profissionais. Dados da pesquisa sugerem que o papel desse novo profissional deve ser baseado na criatividade, pró-atividade e conhecimento técnico.

Seleção de corpus

O segundo projeto de pesquisa foi apresentado pelo professor Marcelo Correa, do curso de Publicidade e Propaganda. Em “Questões inovadoras do projeto de design gráfico para a comunicação do produto – A formatação e a seleção do corpus de amostragem de rótulos para aplicação da análise semiótica”, Marcelo falou sobre a pesquisa baseada nos rótulos de cervejas artesanais produzidas no Rio Grande do Sul, com tempo superior a cinco anos no mercado e de fácil acesso ao público em geral.

Para o professor, a embalagem é influenciadora na hora da compra, pois é uma conexão da marca com o consumidor. A pesquisa ainda está em andamento, e tem como previsão de conclusão o ano de 2016. A coordenadora Laura Glüer destacou o trabalho como um exemplo de como delimitar o corpus de uma investigação.

PROFESSORES_COMUNICACAO_2

Telejornalismo

O professor Leandro Olegário, do curso de Jornalismo, apresentou a terceira pesquisa da programação. Com o título de “Retórica do Imediato: Velocidade e narrativa melodramática no telejornalismo”, o trabalho abrangeu a construção da notícia na pós-modernidade – muito baseada na espetacularização. Trazendo como case duas matérias do Jornal Hoje, veiculadas em dias diferentes, o professor citou que, quando é identificado um erro ou atualização do fato, a ética exige que haja correção e exibição de uma nova reportagem.

Webradio

Encerrando a primeira parte, o professor de Jornalismo Rodrigo Rodembusch apresentou para os estudantes o projeto da webradio da FACS. Em “Webradio UniOne: um projeto de extensão que extrapola as barreiras territoriais”, Rodembusch afirmou que o intuito é explicar e proporcionar a vivência do que é o mercado de trabalho. “Isso faz com que o aluno tenha uma formação diferenciada nesse veículo de comunicação”, disse. Para ele, a evolução do trabalho pode gerar um serviço para a comunidade local ter voz.

Agências de comunicação

A coordenadora Laura Glüer abriu a segunda parte de apresentações com a pesquisa realizada pela UniRitter, em parceria com a ABRACOM. O projeto “Mapeamento das Agências de Comunicação no Rio Grande do Sul” investigou as características das empresas do mercado gaúcho, atuação e o perfil dos profissionais que trabalham na área. Foi destacada a importância que a assessoria de comunicação conquistou nos últimos anos em diversos campos, como no esporte, nas empresas em geral e na política.

Relações Públicas

O professor de Relações Públicas Marcelo Tavares apresentou o sexto trabalho da manhã: “O poder simbólico das Relações Públicas no contexto das organizações”. Segundo ele, o conteúdo não é uma pesquisa, mas sim uma amostra do que é mostrado durante as aulas. Na ocasião, foram apresentados os conceitos e as possibilidades de aplicações nas tarefas diárias das organizações. Para Marcelo, a função é essencial no papel estratégico e muda o relacionamento dos membros das empresas.

Consumo

A professora Camila Morales, do curso de Publicidade e Propaganda, apresentou “Fenômenos contemporâneos da Publicidade” – no qual aborda os fenômenos do consumo e seu impacto, desde a antiguidade até os dias atuais. Foi apresentada, também, a metodologia utilizada pelo grupo – baseada em estudos de cores ilustrativas e pesquisas na internet.

Agência Experimental

Encerrando a manhã de apresentações, os professores Tânia Almeida e Marcelo Tavares, de Publicidade e Propaganda, expuseram em seu trabalho a conexão das disciplinas com as diretrizes do MEC. Tânia falou sobre o Núcleo de Relações Públicas da Agência Experimental de Comunicação Integrada (AGEX) e seu trabalho de inclusão dos alunos dos três cursos da área comunicacional no exercício de suas funções como futuros profissionais já no ambiente universitário. A professora falou, também, sobre o envolvimento dos alunos com as disciplinas – que traz não apenas crescimento pessoal, mas o desenvolvimento dos cursos. “Os alunos aprendem, trazem suas ideias, e nós, professores, também aprendemos muito com os acadêmicos”, afirmou.

(Colaboração: Bruna Fonseca e Mariana Aguiar / Agência Experimental de Comunicação Integrada)

 

 

Revista Universus é lançada por alunos da Comunicação

Pela primeira vez, os cursos de Comunicação Social da UniRitter desenvolveram uma revista totalmente produzida por alunos e professores. A edição pioneira da Universus conta com 90 páginas e 14 matérias. O periódico aborda assuntos variados como: comportamento, saúde, cultura, esporte, economia, entre outros.

capa_universus

A equipe de jornalismo contou com a coordenação dos professores das disciplinas de Redação e de Projeto Experimental Revista, Robson Pandolfi e Rogério Grilho, respectivamente, que instruíram os acadêmicos do sexto semestre. “Foi uma experiência dentro do jornalismo interpretativo, o gênero proposto nesta revista. Eles conseguiram desenvolver ótimas matérias. Certamente, vão chegar bem ao mercado após essa experiência”, frisa Pandolfi. Além disso, as fotos foram realizadas pelos próprios alunos, com auxílio dos professores de Fotojornalismo.

Segundo Pandolfi, a revista foi planejada desde o início do segundo semestre do ano passado. Toda a semana eram realizadas reuniões de pauta entre professores e estudantes. “Fizemos assembléias para elencar os assuntos”, lembra. Os acadêmicos tiveram orientações como abertura de matéria e revisões textos. “No começo, os estudantes ficaram surpresos com o tamanho do texto que teriam que produzir. Mas entenderam que era necessária uma apuração mais criteriosa e conseguiram desenvolver ótimas matérias. Certamente, vão chegar bem ao mercado após essa experiência”, frisa.

materia_cpa_universus

A reportagem de capa escolhida aborda histórias de pessoas cansadas de esperar pelas promessas do poder público, ocupando terrenos ociosos na cidade em busca de um lar. Assinada pelo estudante Leonardo Pujol, juntamente com as suas colegas Caroline Correa e Priscila Valério, a matéria teve cerca de 40 dias de apuração, com mais de 20 entrevistas. “A ideia foi fazer uma reportagem mostrando o lado B da situação, porque a mídia tradicional não trabalha sob o olhar dos direitos humanos”, comenta.

Outro destaque na Universus são os anúncios. Todas as peças publicitárias foram criadas pelos alunos do segundo semestre do curso de Publicidade e Propaganda. A professora responsável, Ana Carolina Dutra, comenta que cada estudante escolheu o tema do anúncio que mais lhe chamava a atenção. “Os alunos ficaram livres para criar e receberam as orientações necessárias. O resultado foi muito bom, principalmente por eles estarem recém iniciando a faculdade”, enfatiza.

anuncio_universus1

 

Além da versão online, a Universus terá uma tiragem impressa. A segunda edição está prevista para o final de 2015.

Agora, é acessar o site e conferir a revista prontinha! http://issuu.com/universus

Boa leitura!