Um centro para o bem-estar animal

Inaugurado em 2016, o Centro de Saúde Veterinária UniRitter abriu suas portas com a proposta de ser uma referência nacional na prestação de serviços veterinários para pequenos animais. Para isso o local oferecerá especialidades clínicas veterinárias para consultas específicas, análises complementares e espaços privativos para diferentes espécies. Como também equipamentos modernos e sofisticados, com a preocupação em focar o animal de forma integral e não apenas parcialmente no momento da doença.

Continue lendo

Projeto do Samu Veterinário é aprovado em Porto Alegre

Ainda é um projeto, mas pode se tornar lei. O “Samu veterinário”,  aprovado na Câmara Municipal de Porto Alegre, prevê a criação de uma unidade móvel  para socorrer animais.

cachorro_abandonado2

A novidade pode trazer benefícios à comunidade. “A posse responsável, a domesticação de animais e o problema com abandono de animais na cidade de Porto Alegre são temas de gestão ambiental e responsabilidade social. Considero de suma importância melhorar a logística para os processos de resgate dos animais com risco iminente de morte ou daqueles pertencentes às comunidades de baixa renda”, diz a coordenadora do curso de Medicina Veterinária da UniRitter, Viviane Guyoti.

Uma das justificativas do autor da proposta, o vereador Marcelo Sgarbossa, é atender a população de baixa renda e diminuir o número de bichos que corram risco de morte. Inspirado nos modelos bem-sucedidos de Florianópolis, São Paulo, Salvador e Recife, este projeto atende a um anseio das entidades de proteção que, ao denunciarem maus-tratos e abandono, eram, muitas vezes, ignoradas.

Constantemente, há diversos casos envolvendo animais envenenados, esfaqueados e atropelados que, sem a devida assistência veterinária, dificilmente terão suas vidas salvas e um destino digno.

Alunos ampliam conhecimento sobre animais na I Semana Acadêmica da Medicina Veterinária

Ser veterinário vai muito além do tratamento de animais de estimação. É um profissional que cuida da produção e da saúde animal, da segurança alimentar de humanos e da saúde pública. A I Semana Acadêmica da Medicina Veterinária da UniRitter teve como premissa ampliar essa visão dos estudantes. O evento ocorreu durante os dias 13 e 14 de outubro, no auditório Master do Campus Zona Sul.

medvet

Num total de 15 palestras, o encontro teve apresentações com os professores da UniRitter Anilce Bretas, Cristiano Feltrin, Isabel Cristina Mello da Silva e Karla Moresco. O evento também contou com a participação de especialistas de várias áreas, que abordaram práticas tanto em animais domésticos como à campo.

Um dos responsáveis pela organização da Semana Acadêmica, o professor Igor Miranda, lembra que a maioria dos estudantes que ingressam na graduação vem pelo amor aos animais. “Esta adoração vem associada muito aos cães e gatos, até porque estão mais presentes no nosso cotidiano. No entanto, o evento esclareceu dúvidas do mercado veterinário e o quanto ele pode ser explorado”, destaca o professor.

Com o tema “Vivência de um veterinário de animais silvestres”, a palestra do veterinário e consultor do Zoo Canoas, Elisandro Oliveira dos Santos, foi voltada ao trabalho realizado na reabilitação de fauna. Segundo o especialista, são encontrados, neste zoológico, animais feridos, órfãos ou impossibilitados de deslocamento. “É preciso unificar o conhecimento técnico com respeito ao meio ambiente, bem estar do animal e ética profissional”, relatou sobre como atuar com estas espécies.

Com grande participação nos dois dias da Semana Acadêmica, as alunas do terceiro semestre de Medicina Veterinária, Ana Paula Azolin e Débora Coutinho, saíram satisfeitas com os conhecimentos adquiridos. “Pude esclarecer dúvidas de duas áreas as quais mais gosto, os equinos e os felinos”, disse Ana. Para Débora, a palestra “Quiropraxia e reabilitação de equinos” foi a que mais chamou a atenção. “Gosto desta espécie e é a qual pretendo trabalhar profissionalmente”, conta.

Para a coordenadora do curso de Medicina Veterinária, Viviane Guyoti, o resultado do evento foi muito positivo. “A comissão de alunos e o professor Igor organizaram a Semana Acadêmica de forma brilhante e dedicada”, enfatizou.